Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

sigilosamenteliteraria

sigilosamenteliteraria

foto do autor

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub
11
Jun24

Hotel Melancólico de María Gainza

Cláudia F.

Andei muito distraída pois não só nunca me tinha deparado com este livro como não me recordo de me ter cruzado com alguma referência à sua autora, María Gainza. Encontrei-o numa busca pelas estantes da biblioteca com o objectivo de levar para casa um ou dois livros curtos, de leitura rápida.

Foi uma leitura bem satisfatória. Não esperava nada, pois tão pouco sabia alguma coisa, fosse sobre o livro ou sobre a escritora. É das melhores coisas que me pode acontecer: ir ao acaso e daí extrair uma boa leitura.

Se eu percebo alguma coisa de Arte? Nem por isso. Há portanto q.b. probabilidade de várias referências ao universo da pintura na América Latina (e no geral, vá) me terem passado ao lado. O que não me impediu de desfrutar da leitura e é isso que há de fantástico aqui. A escritora consegue, sem transformar a história em puro pedantismo ou cair no aborrecimento, cativar o leitor leigo e puxa-lo para dentro da história, sendo tão leve e fácil de compreender, que é irrelevante que bagagem detemos nós, leitores, sobre o meio que está a ser explorado. As reflexões bem construídas sobre o que é real, criação e originalidade, a dualidade das influências e inspirações na processo criativo e o espaço que a cópia ou o falso ocupam em tudo isto.

Tem momentos engraçados, um véu de mistério em torno d'A Negra e ainda por cima tudo isto num livro pequeno que se lê num instante. Cereja em cima do bolo.

Gostei muito de Hotel Melancólico e María Gainza é uma escritora a explorar.

foto do autor

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub